(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

23 de maio de 2016

Segunda do mestre Georg Ehrenfried Groß


     Um dos principais representantes do Dadaísmo, Georg Ehrenfried Groß, um desenhista e caricaturista alemão que nasceu em 25 de Julho de 1893 em Berlim. 
     Suas obras tinham como marca, retratar a violência social e urbana, com caricaturas da sociedade alemã, com sátiras e críticas sobre a polícia, além disso, também soube descrever incrivelmente os temas mais polêmicos, grotescos e perversos, que poucos desenhistas da época conseguiam transmitir para o publico de uma maneira enfatizadora e verdadeira dos fatos. Em protesto contra o nacionalismo alemão mudou seu nome para George Grosz, e esteve envolvido em diversas ações que rebatiam o governo, sempre com opiniões fortes e mostrava isso com sua arte, embora não exerceu a profissão de artista por muito tempo.
     Suas primeiras pinturas são de quando era estudante em 1912, mas os registros mostram que foi só a partir de 1916. Seu estilo inicial de mostrar suas opiniões foi "rejeitado" de começo, quando migrou para os EUA, fazendo pinturas de aquarela, mas tinha algumas obras que foram exceção, que eram mais acerbas.
     
Principais obras de George Grosz:

The Lovesick Man (1916)

Metrópole (1917)
Explosão (1917)
O navio negreiro branco (1918)
Tributo a Oskar Panizza (1918)
Preparado para o serviço (1918)
Beleza, desejo adorar-te! (1919)
Os pilares da sociedade (1916)

Autorretrato repressor (sem data)
Uma vítima da sociedade (1919)
Republicanos autômatos (1920)
Dia cinzento (1921)

Crepúsculo (1922)
O eclipse do Sol (1926)
Dentro e fora (1926)
Estou feliz por estar de volta (1943)
O sobrevivente (1944)
O eclipse do Sol (1926)

21 de maio de 2016

Mitologia: Elfos

   

     Falar de seres belos, luminosos ou mágico que são semelhantes as fadas ou ninfas, quem já ouviu essas características, associa aos elfos, essas criaturas consideradas "semi-divos", os Elfos, são místicos da mitologia nórdica e céltica.
    Geralmente são mostrados como jovens de grande beleza vivendo em florestas, dizem que são seres imortais, com poderes mágicos e além de serem sensíveis tem uma grande ligação com a natureza.

    Na mitologia nórdica são chamados álfar, alguns achavam que eram seres pequeninos, já outros acreditavam que eram seres muito sábios. Na mitologia escandinava, os elfos simbolizam ar, terra, fogo e água
    Para Snorri Sturluson, um historiador Islandês, os anões eram os elfos da escuridão ou elfos negros, e os elfos que viviam na floresta eram elfos da luz.





20 de maio de 2016

Admirando o Burnout

Uma série de jogos de corrida, onde o objetivo principal é acalmar teu lado psicopata... Quantas vezes você perdeu uma corrida por uma distância de uma unha de gnomo e ficou pensando “ah, se eu pego esse #$%!#$”?! Pois, aqui, você pode!
Acredito que foi esse o pensamento que inspirou a criação desse jogo chamado Burnout que está presente entre os jogos de playstation 2 e 3, PSP, Xbox, Xbox 360, GameCube e Nintendo DS.

Composto de corridas completamente insanas em velocidades absurdas, mapas compostos por belos cenários de diversas partes do mundo, carros turbinados, envenenados e dos mais variados modelos disputando corridas alucinantes e se esborrachando das maneiras mais criativas e inusitadas possíveis; seja contra uma parede de concreto ou sendo arremessado da beira de um precipício... É um acidente mais lindo que o outro(até dá vontade de tirar uma foto).


Para aqueles que não são fãs de jogos violentos, esse jogo pode parecer exagerado e, talvez, brutal... Mas continua sendo viciante. Dispute pelo primeiro lugar, destrua todos os seus adversários ou, simplesmente, cause a maior destruição possível e, de brinde, libere todo teu stress numa corrida doida... Ou não.
O jogo tem diferentes formas de ser jogado à medida em que você vai avançando, dificultando cada vez mais: o transito da cidade se intensifica, seus oponentes se tornam mais espertos e velozes, você começa à se tornar alvo de alguns deles, ou você pode, apenas, ter convidado alguém bom demais pra jogar contra você... Acontece, né, doido?!

18 de maio de 2016

O Museu de História Nacional





Criado em agosto de 1922, por decreto do Presidente Epitácio Pessoa, o Museu Histórico Nacional inicia suas atividades em outubro do mesmo ano, integrando a Exposição do Centenário, com duas salas na Casa do Trem.





















Ao longo de sua trajetória, o Museu Histórico formou o maior acervo sob a guarda do Ministério da Cultura e transformou-se em importante centro gerador de conhecimento, passando a ocupar, gradativamente, todo o conjunto arquitetônico da Ponta do Calabouço, nascido do Forte de Santiago.



Abrigando o primeiro curso de museologia do país e servindo como ponto de partida para a constituição de importantes museus brasileiros, o Museu Histórico passa a ser conhecido internacionalmente na década de 40.


ARQUIVO HISTÓRICO

O Museu Histórico Nacional oferece ao público Arquivo Histórico, com 55.600 documentos iconográficos e manuscritos sobre a história do Brasil. O Museu mantém, ainda, Arquivo Institucional sobre a trajetória do próprio Museu Histórico Nacional, com documentos, fotografias, impressos, recortes de jornal, etc. As fotos utilizadas para ilustrar o item "ARQUITETURA E HISTÓRIA" integram este acervo.


17 de maio de 2016

Desenhos de árvores


Quem já tentou desenhar uma árvore sabe que na prática é mais difícil que na teoria, mas sempre é bom dar umas dicas para desenhar, que podem ajudar qualquer pessoa.
Sem dificuldade, os desenhos de árvores para quem está começando a praticar são simples, não dá pra começar fazendo os desenhos mais difíceis, aqueles realistas, então procure uma imagem que possa te ajudar, sem muitos detalhes.

Observe os caules das árvores, faça as imperfeições, e imagine como seria os galhos, nada complicado, é uma questão de observação das imagens, e procurar criar diversos tipos de árvores, partindo sempre do caule, depois marque qual vai ser a altura e a largura, então comece fazendo os galhos e por último as folhas, não tente fazer uma por uma, isso vai ser uma missão impossível, no início faça apenas os contornos das folhas de cada galho, assim terá uma imagem da quantidade de folhas sem precisar desenhar todas.
O contorno do caule e dos galhos precisa ser mais escuro que o das folhas, e sempre tome cuidado com a quantidade de galhos que for fazer e a espessura, tem que ficar de acordo com o tamanho do caule, e com isso, faça o volume de folhas.





































Em desenhos mais detalhados de árvores, além de fazer vários tamanhos e espessuras de galhos, tem que cuidar se é uma árvore mais volumosa, deixar umas partes mais escuras, e dependendo do tipo de folha que for fazer, vai ter que ter muita paciência para desenhar quantas folhas conseguir para dar um efeito de retrato, e principalmente, nas folhas que ficam na frente do caule.
além de cuidar da parte de cima do desenho, outro ponto que devemos praticar, que não é difícil, são as raízes, se engana quem acha que não vai precisar desenhar raiz, em árvores podemos observar que nem todas tem apenas um caule, algumas tem diversos caules saindo do chão, e isso acontece com as raízes, são vários tipos que podemos olhar para nos inspirar na hora de desenhar.

14 de maio de 2016

Mitologia: Faunos

Na Mitologia tem diversas criaturas incríveis segundo o mito de sua origem, uma dessas incríveis criaturas é o Fauno, metade humano, metade bode, é da mitologia Romana, que diz que os Faunos eram descentes do rei Fauno, que foi transmutado em Deus, por tanto, os faunos além de ter a metade animal, são semideuses, por tanto, como diz na mitologia, são mortais.


Fauno era adorado em dois papéis diferentes: como o deus dos campos e pastores, e como uma divindade oracular e profético. Como divindade rústico, foi um bom espírito da floresta, planícies e campos.

13 de maio de 2016

Por que "jogos de azar" ?

Quem gosta de jogar, já deve ter ouvido a seguinte frase "Isso é jogo de azar!".

Sabemos que os jogos de azar são chamados assim, porque é mais fácil perder do que ganhar, ou seja, em Cassinos ou em máquinas espalhas pela cidade, quando vamos jogar é quase que 90% de chance de ter sido um tempo perdido ali tentando ganhar,  devido ao fato de não depender das habilidades e técnicas do empolgado jogador, mas sim, em uma realidade produzida, o que chamamos de probabilidades matemáticas e que não dão azar, só são jogos que não depende mesmo de nós.


Algumas pessoas ao ouvir as palavras azar e jogos, acham que o nível de dificuldade é extremo, mas não, são apenas máquinas que foram criadas para nos viciar e quase nunca ganhar, e quando ganhamos, por ser algo incomum, associamos a sorte, será?
Entre tantos mitos e crenças ao redor dos jogos, alguns acreditam que existe alguém controlando a máquina e dificultando para NÃO ganharmos as recompensas, mas na verdade não, os jogos regularizados, mostram-se mais seguros para gastarmos nossas moedinhas e não importa se são conhecidos como jogos de azar, as pessoas sempre acham que vão ganhar, quem sabe na próxima, jogue novamente. E na sexta-feira 13 que também é um dia associado ao que chamam de azar, será que quem jogar nesse dia vai ter azar duplo?, ou melhor, vai ter uma sorte repentina? Quem sabe!!

11 de maio de 2016

Carros antigos são obras de arte

Hoje poucos são vistos na rua, mas ainda são muito comentados e muitas pessoas colecionam, os carros antigos são um charme e são como obras de arte sobre rodas.




Desde que foram inventados até hoje eles tem cores e modelos peculiares e marcaram não só suas determinadas épocas, mas os dias atuais, por onde passam são o centro das atenções e não é por menos, já que quanto mais raro for, mais chamativo ele se torna, e quanto mais cuidados ele tem, mais valioso fica.







Amantes de carros antigos estão sempre a procura de modelos para aumentar sua coleção, e quem não tem a possibilidade de colecionar essas jóias ambulantes, se encantam, vendo em exposições incríveis, onde os carros antigos ficam em destaque.







10 de maio de 2016

Muita criatividade e arte com frutas

     A arte na mesa dependente de cada pessoa, a decoração e a composição, são coisas muito pessoais e cada um tem a sua maneira de deixar os pratos artísticos e harmonizados.
     As frutas sempre estiveram na mesa para decorar, naturalmente um arranjo com frutas é lindo por si só, mas quem nunca pensou em incrementar mais a sua decoração e ao procurar ideias encontrou frutas esculpidas, algo ainda incomum e muito criativo

     Aparentemente nada fácil de fazer, mas o resultado é impressionante, as frutas se transformam em obras de arte, será que alguém teria coragem de comer e desmanchar esses lindos enfeites esculpidos?
     Escolha as suas frutas preferidas e use toda a sua criatividade para decorar a sua mesa, é algo diferenciado e vale a pena conferir. 


Veja as imagens mais incríveis
 dessa arte de esculpir frutas que alegram a mesa!









































9 de maio de 2016

Como desenhar sobrancelhas

É importante no desenho, as vezes elas ficam em evidência, outras vezes nem aparecem, as sobrancelhas.
 Nada complicado para desenhar no papel, elas precisam estar em harmonia com o desenho dos olhos, podemos até arriscar e desenhar algo diferente, mas o fato é que, quando desenhamos sobrancelhas precisamos deixar o mais natural possível.


Para começar o desenho, eu faço o rascunho dos olhos, temos que compreender que uma sobrancelha não é igual a outra e nem recomendo usar desenho espelhado de um lado para desenhar o outro, porque em um rosto a área dos olhos se destaca e precisa ser natural e isso conta com as imperfeições.


No rascunho cuide a distância dos olhos para sobrancelhas, a espessura, o comprimento e a direção, não se preocupe em deixar tudo certinho quando estiver preenchendo, porque, eu preencho com a lapiseira e se precisar desenhar brilho ou fios brancos, use o boleador e depois um lápis da numeração (2B à 9B).
O desenho da sobrancelha, muda de acordo com o formato do rosto e dos olhos, e descrevem algumas vezes a personalidade das pessoas.