(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

11 de abril de 2016

A Arte do Origami


Uma arte tradicional japonesa de dobrar papel, sem cortar ou colar. Praticado desde o período Edo que iniciou em 1603.


     Uma arte que foi passada no início sem instruções, foi verbalmente de geração para geração e que é hoje uma herança cultural dos japoneses. 
     Hoje os métodos de dobrar não são os mesmos de antigamente, a partir de 1950  Akira Yoshizawa criou as ideias de dobragens criativas, podendo então criar diversos animais, e não só apenas, aqueles tradicionais. 




Para fazer um origami, pode-se usar qualquer tipo de papel, mas dependendo da gramatura do papel, não vai conseguir um resultado muito bom, por isso eu recomendo os papeis de 30g e 60g. 



O conhecido "papel de presente", que tem um lado estampado e outro lado branco, é excelente para fazer origami, porém, ao testar alguns, percebi que depois de algumas semanas,o papel perde a cor, por isso, se está pensando em começar um origami e quer guarda-lo depois, é melhor comprar o papel próprio para dobradura.




Existe um papel em poucas lojas no Brasil, o "papel japonês", e claro, é perfeito para origami, é um diferencial, muito fácil de dobrar, tem diversidade de cores, é lindo, mas é caro, muito caro, o tamanho que vem geralmente é o 10cm x 10cm. Quem não quer ter que fazer os quadradinhos de papel de presente, é bom comprar eles prontos, por tanto, pratique com papel de presente e quando for fazer um origami mais complicado, use o papel japonês.


O 2º papel mais usado para fazer origami é o "papel espelho", encontrado em diversas cores, no tamanho 15cm x 15cm, é o papel que uso, é fácil de encontrar e é mais barato.